/page/2
Ah, mas tudo bem. Em seguida todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é.
Caio Fernando de Abreu.  (via nevoeirar)

(Fonte: secrets-broken, via nevoeirar)

Eu aprendi que, algumas vezes, tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender.
William Shakespeare.  (via alentador)

(Fonte: auroriar, via alentador)

Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece.
Desconhecido. (via romanteios)

(Fonte: classificar, via romanteios)

Ah, mas tudo bem. Em seguida todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é.
Caio Fernando de Abreu.  (via nevoeirar)

(Fonte: secrets-broken, via nevoeirar)

Eu aprendi que, algumas vezes, tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender.
William Shakespeare.  (via alentador)

(Fonte: auroriar, via alentador)

sterility:

hurts2014

sterility:

hurts
2014

(via insipidar)

(via readmitir)

(Fonte: nzafro, via fuckreiva)

Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece.
Desconhecido. (via romanteios)

(Fonte: classificar, via romanteios)

sabbathium:

Os Mutantes

sabbathium:

Os Mutantes

(via ciciar)

"Ah, mas tudo bem. Em seguida todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outras com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é."
"Eu aprendi que, algumas vezes, tudo o que precisamos é de uma mão para segurar e um coração para nos entender."
"Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece."

Sobre:

Il faut oublier tout peut s'oublie qui s'enfuit déjà oublier le temps oublier ces heures
qui tuaient parfois....

A seguir:

UFO
505
Owl
YHZ